ESTUDANDO A PALAVRA

ESTUDANDO A PALAVRA

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

O MINISTÉRIO PASTORAL E SUA PRIORIDADE


A PREGAÇÃO: O SUPREMO DEVER DO PASTOR.

Por: John Macarthur,Jr.


De que forma os membros da igreja podem encorajar seu pastor a fazer da pregação a sua prioridade?

Empurrem-no para o seu escritório, tirem da porta a placa “Escritório” e substituam-na por outra que diz: “Sala de Estudos”.

Tranquem-no com seus livros, sua máquina de escrever (computador) e sua Bíblia. Forcem-no a se ajoelhar diante dos textos, dos corações quebrantados, da inquietação de vidas de um rebanho dado à superficialidade e diante de um Deus Santo.

Obriguem-no a ser o único homem da igreja que conhece o bastante acerca de Deus. Atirem-no para o ringue, a fim de boxear com Deus, até que ele aprenda quão pequenos são os seus braços. Coloquem-no a lutar com Deus todas a noite, permitindo que saia apenas quando estiver machucado e surrado, a ponto de ser uma benção.

Fechem a boca desse homem, para que ele não seja continuamente um mero discursor. Impeçam sua língua de tropeçar em coisas não-essenciais. Exijam que tenha algo a dizer, antes de quebrar o silêncio. Queimem seus olhos com estudo cansativo. Desarticulem seu equilibrio emocional com a preocupação pelas coisas de Deus. Façam-no trocar sua aparência piedosa por uma cominhada humilde com Deus e com os homens. Levem-no para se gastar para a glória de Deus.

Desliguem seu telefone. Destruam suas folhas de avaliação. Coloquem água no seu tanque de gasolina. Dêem-lhe uma Bíblia e amarrem-no ao púlpito. Ponham-no à prova, examinem-no, submetam-no a testes. Humilhem-no por sua ignorância das coisas divinas. Envergonhem-no por causa de sua boa compreensão de assuntos econômicos, de resultados de campeonatos esportivos e de questões sobre os partidos políticos. Gracejem de suas frustradas tentativas de ser um “psiquiatra”. Formem um coral, cantarolem e assemdiem-no, noite e dia, dizendo: “Pastor, queremos conhecer Deus”.

Quando, por fim, ele subir ao púlpito, perguntem-lhe se etle tem uma palavra vinda de Deus. Se não, dispensem-no. Digam-lhe que vocês também sabem ler o jornal, digerir os comentários da televisão, avaliar os problemas superficiais do dia, lidar com as enfadonhas tendências da comunidade e abençoar o arroz e o feijão, melhor do que ele.

E, quando ele proferir a Palavra de Deus, ouçam-no. Quando ele for inflamado pela flamejante Palavra de Deus, consumido pela ardente graça que o abrasou, quando for privilegiado de hever traduzido a verdade de Deus ao homem e, no seu final, for transferido da terra para o céu, sepultem-no de forma gentil. Toquem a trombeta emudecida. Ponham-no para descansar suavemente, colocando uma espada de dois gumes em sua caixão, e entoem um cântico de triunfo, pois, antes de morrer, ele se tornou um homem de Deus.







2 comentários:

Luis Filipe disse...

Graça e paz do SENHOR aos irmãos do blog...

Parabéns!!! Ah! Quanto tempo? Pensei que o blog tinha sido desativado. Que o SENHOR JESUS o abençoe!

escravosdecristo.blogspot.com

João Ricardo disse...

não foi desativado nao
é que na cidade onde estou pastoreando
a internet é mais dificil do que pé de cobra. conheça o noso outro blog também
wwww.igrejapresbiterianasrn.blogspot.com